Autoperdão – Qual Significado e como Praticar o Autoperdão

Autoperdão é aceitar que somos seres em constante evolução, com uma série de limitações e falhas. Aprenda a praticar o Autoperdão e seja uma pessoa bem mais feliz.

Jovens Católicos, Vocês conseguem perdoar?

Perdoar, segundo o dicionário, pode ser definido como, desculpar um erro ou uma ofensa. Na Bíblia, alguns versículos podem ser mencionados sobre o assunto:

Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete. (Mateus: 18.21-22).”

“Para dar ao seu povo o conhecimento da salvação, mediante o perdão dos seus pecados. ( Lucas:1.77)”

A palavra grega traduzida “perdão”, quer dizer literalmente “abrir mão, deixar ir embora”. É como se alguém abrisse mão do pagamento de uma dívida.

Você pratica o Autoperdão?

Sabe-se que, perdoar o outro, muitas vezes não é tarefa fácil. E quando se trata de perdoar a si mesmo?
Estudar a si mesmo é a arte mais difícil, somos seres dotados de falhas e imperfeições. O perdão, portanto, é o primeiro passo em busca do crescimento pessoal e de uma unidade com Deus. Perdoar-se, não quer dizer apiedar-se ou ficar se vitimando, não! Autoperdão, significa reconhecer-se como um ser em constante construção, com limitações e falhas e que, muitas vezes , por falta de vivência em determinadas situações, age de modo inadequado e que só conseguirá avaliar a dimensão, tempos depois do fato ocorrido. Aí, começa a saga de autoflagelos e punições… “ Eu não deveria ter feito isso!”, “ Como puder agir assim!?”, “ Por que não pensei nisso na hora!?”, etc.

Nossos pensamentos têm a incrível capacidade de nos boicotar a todo tempo, isso ocorre quando, repetimos mentalmente ações e emoções que não nos servem mais e ruminamos essas ideias, apenas com o intuito de nos intoxicarmos ainda mais delas. Isso porque, temos uma tendência à repetição de padrões. Por exemplo, ao escolher sempre pessoas erradas para se relacionar, temos como objetivo nos mantermos presos ao campo “do conhecido”, ainda que, isso traga um sofrimento, essa escolha reforça a personalidade dessa pessoa. O mesmo acontece com nossos pensamentos, quando nos denegrimos, ou criamos uma imagem de nós mesmos, que faz com que nos sintamos culpados, inúteis ou inadequados. Somos aquilo que nos habituamos a ser e a pensar, nosso cérebro se adapta à repetição e ao treino, portanto, quando repetitivamente entramos em contato com essas tralhas mentais e emocionais, de alguma forma, nos convencemos que de fato somos aquilo que imaginamos ser, criando assim, um padrão de falsas ideias sobre nós mesmos.

Autoperdão significado para viver melhor e ser mais feliz

“Sou eu, eu mesmo, aquele que apaga suas transgressões, por amor de mim, e que não se lembra mais de seus pecados. (Isaías: 43.25).

No entanto, isso não que dizer que não devamos refletir sobre nossas ações e emoções. O objetivo, é fazer com que possamos entender que o erro é o caminho para se chegar ao acerto. Somos seres únicos e em constante construção. Quando não nos permitimos errar, significa dizer que temos o poder de controlar a vida, de “brincar de Deus.”

Perceber que cada experiência é um degrau em nossas vidas, faz com que os deslizes se tornem valiosos para o nosso crescimento, aprendendo assim com eles, e estando disposto a parar de se punir. Compreender que morreremos várias vezes numa mesma existência, faz com que percamos o medo de errar, para que possamos renascer para novas oportunidades de acerto.

Somos seres únicos e a cada dia temos como presente a possibilidade de viver um novo dia, da forma que melhor nos convier. Comparar-se aos outros, ou ficar imaginando o que os outros pensam sobre você, significa desmerecer todos os esforços que viveu até então para se tornar quem é. Orgulhe-se de sua trajetória, encare seus erros como aprendizados, essa é a melhor forma de conectar-se ao transcendental e com a arte que é o viver.

Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados. (Colossenses: 1.13-14).
Pense nisso!

Um abraço,
Ana Carolina de P. Lima

One thought on “Autoperdão – Qual Significado e como Praticar o Autoperdão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *